Os “filhos da mãe” e a ausência paterna

03/01/2019

A Self – Revista do IJUSP publica seu mais novo artigo: “Filhos da mãe – Animus da mãe na vida do filho”, de autoria de Irene Gaeta, professora do curso de psicologia na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. No trabalho, Irene reflete sobre os “filhos da mãe”, pessoas nascidas em um contexto de ausência da figura do pai. A autora destaca que existe um crescimento no número de casos de famílias sem o pai, o que pode ser entendido como “manifestações concretas do fenômeno do poder e da autonomia  ̶  eventualmente narcísicos  ̶  assumidos pela mulher”. O trabalho discute esta “nova sociedade regida pelo complexo materno”, com base nos “princípios de anima e animus propostos por Jung, considerando que tais princípios explicam a dualidade entre os sexos, por um lado, e dão sentido à própria experiência subjetiva, por outro”. O artigo ainda lança luz sobre a diferença “entre o filho da mulher que tem um ego estruturado e uma boa relação com seu lado masculino e o filho da mulher que tem o animus atuando de modo autônomo.” Acesse este mais novo artigo da nossa Self em https://self.ijusp.org.br/self/article/view/24