Um convite a reflexão sobre as teses que permeiam a conduta de uma pessoa

01/10/2019

A Self – Revista do IJUSP coloca no ar sua mais nova edição, com o artigo “As teses que permeiam a conduta de uma pessoa”, de autoria de Alberto Pereira Lima Filho. O trabalho convida a uma reflexão sobre o que move as pessoas e apresenta “possíveis rotas” para o caminho em busca da individuação.

O autor inicia o trabalho definindo detalhadamente o conceito de tese, que pode ser resumido como as “leituras que a pessoa faz da realidade, formas que ela tem de decodificar a realidade como um todo, ou alguns aspectos (para ela relevantes) da realidade e que, em razão do vulto que assumem para ela, passam a habitar seu acervo de verdades, suas formas de ver o mundo e as pessoas, a maneira como ela se vê e, mais importante do que tudo isso, norteiam-na, orientam-na, influenciam-na em suas escolhas, dão sustentação a suas ações, investimentos e empreendimentos na vida.”

Em seguida, o autor traça paralelos entre a ideia de que uma tese (ou várias) permeia a conduta das pessoas e conceitos da teoria da psicologia analítica junguiana e pós-junguiana, destacando que “ciente das distinções entre as diferentes perspectivas no escopo da psicologia analítica (clássica, desenvolvimentista, arquetípica), opto por dar voz a minhas próprias ideias ou à leitura que faço das ideias dos diversos autores, com suas adesões às especificidades de cada escola. Não vejo entre elas as incompatibilidades que se divulgam em publicações, então me permito conciliá-las na leitura que faço de fenômenos psíquicos.”

Publicação científica oficial do Instituto Junguiano de São Paulo (IJUSP), a Self foi lançada em 2016, com a missão de divulgar, disseminar e promover o intercâmbio do pensamento junguiano e contribuir para o desenvolvimento da produção científica no campo da psicologia analítica.

O artigo “As teses que permeiam a conduta de uma pessoa” está disponível, com acesso aberto e gratuito, no site da publicação: https://self.ijusp.org.br/self