Palavras da presidente

05/07/2016

Caros amigos de Jung,

É com alegria que anunciamos a realização de um sonho: o lançamento da Self - Revista do Instituto Junguiano de São Paulo, que pretende contar com a participação não apenas dos membros e candidatos desta instituição, mas de todos que almejam escrever artigos sobre a práxis junguiana, pesquisas e vivências no campo da psicologia fundada por Jung e continuada por seus seguidores.

A ideia é criar um veículo que, respeitando padrões éticos, contribua para a divulgação e a democratização de publicação e acesso ao conhecimento produzido no âmbito da psicologia analítica e a disseminação do pensamento junguiano.

A revista estará aberta ao horizonte de experiências e reflexões teóricas, para abordar a realidade da alma. Que seja um encorajamento para novos pensamentos e considerações sobre a alma individual e coletiva, tratando de seus fenômenos com profundidade, elegância e a consideração que ela merece.

Que ofereça um espaço democrático e de encontro para dar lugar a novas inspirações e aspirações, em uma perspectiva fenomenológica, gerando novas perspectivas, observações, análises e reflexões. Tudo isso dentro de uma visão abrangente da psique, sob os vários ângulos e correntes que circulam pela psicologia analítica.

Que possamos compartilhar novas ideias, falar do inconsciente e da consciência, enfim, tecer uma preciosa renda feita de conhecimento e generosidade, evitando a unilateralidade.

Que possamos ler e falar dos mistérios da alma humana com delicadeza, seriedade e humildade, mas com toda possibilidade de renovação e transformação. Nossa sociedade contemporânea, mais sintonizada com o autoconhecimento, com valores e direitos individuais e coletivos, demanda um melhor conhecimento oferecido e decantado por Jung e seus sucessores.

Assim, a revista Self estará aberta à comunidade nacional e internacional, a todos os que queiram contribuir e caminhar pelas estradas da vida da psicologia analítica, enfim, às pessoas que habitam nesse pequeno-grande mundo azul.

Que todos tenham oportunidade de falar de suas Memórias, Sonhos e Reflexões.

Abraço fraterno,

Dulce Helena Rizzardo Briza